Fetiches, taras e outras merdas do gênero.




O sexo pode se tornar uma coisa muito engraçada. As moças tem centímetros de pinto vagina adentro e ainda ficam pedindo “me come, me come”. O que seria comer mais do que isso para elas?
Mas, essas coisas idiotas que dizemos e fazemos, são todas em função do prazer que o ato nos gera, causando uma redução momentânea no intelecto, na vontade de raciocinar (também não é hora pra isso), dando lugar apenas a preocupação em transparecer o prazer que sentimos, seja por fala ou gestos.

Não só o ato propriamente dito. Há quem diga já ter arrancado o ganchinho da toalha em um orgasmo numa punheta.

Engraçados mesmo são os fetiches, as pessoas deixam de sentir o velho e bom prazer habitual com “sexo normal” e dão excitação a outras coisas. Calcinhas usadas, urina, ser sufocado etc. Daqui uns dias não teremos mais utilidades para os pênis e vaginas, que darão lugar podolatria e chuva de prata. Os fetichistas são muito estranhos.

Se der uma olhada em uma sala de bate-papo de sexo às 12h00h lá estão eles, mais de 46 pessoas on-line, com o prato no colo, garfo em uma mão e pinto na outra. São inúmeros fetiches, mas vamos lá;

Podolatria, esse sim é engraçado, tesão, adoração, desejo... por pés.
Fico pensando como será que isso começou, só pode ter sido na Itália, aquele monte de gente bêbada de vinho, descalços, pisando em uvas.
As DSTs desses fetichistas seriam por exemplo “frieira” e “bicho de pé” ?
Há males que assolam tais adeptos, já pensou, aquela velha topada na quina do sofá que arranca a unha, é uma castração!

Calcinhas... Tem gente que adora roubar uma, ou quando fica com uma garota pede a ela. Deve ser triste para uma pessoa dessas levar um toco, além de não ficar com a mina não ganha calcinha.

Face-Sitting: indivíduo sente prazer sexual em ser sufocado por vulvas e nádegas. Isso que eu chamo de prazer mortal.

“Coprofilia ou toilet humano”, um nome estranho que retrata uma coisa mais estranha ainda que é deixar que caguem na sua cara, ou obter de alguma forma prazer com fezes. Que é de tempos remotos a fantasia de certas pessoas pelo orifício anal a gente já sabia, agora pelo que sai dele...
A expressão “atrasar a merda” deve ser fora de moda para os adeptos de tal fantasia.

E os voyeurs, (obter prazer sexual através da observação de outras pessoas). Observadores né..., na verdade os primeiros pode-se dizer que são antigos. Pra mim isso começou com aqueles caras que não comiam ninguém e ficavam olhando revistas, imaginando pessoas peladas quando as vêem nas ruas etc. Ou seja; punheteiros de carteirinha. A única diferença pra hoje é que a putaria e a burrice está mais solta e eles pagam pra verem alguém transar com alguém na sua frente, compram câmeras e filmadoras digitais que pra eles são as maiores invenções do mundo, depois do youtube é claro.

Os pais se desesperam ao descobrir que os filhos fazem coisas como essas. Como descobrem? Ah... Devem ser uma calcinha roubada da vizinha, uma ida na manicure com a mãe, cagar e não dar descarga ou até mesmo a compra de um binóculo de 500,00r$. Barraco mesmo você vai ver é se um dia descobrir que isso é hereditário.

E será que no meio disso tudo existe impotência sexual para tais?
Bem, seria estranho parar de cagar de repente, ou só cagar a base de remédios (não mais laxantes; viagras anais)

Nota-se também que todas essas fantasias vêm das coisas mais estranhas e nojentas que se pode notar no nosso corpo. Os pés já foram, as fezes, urina, peças de roupas, observar o corpo inteiro... Qual seria o próximo passo? Cozinhar fezes, em uma panela cheia de urina e coar em uma calcinha usada depois? (com um voyeur assistindo tudo é claro)

Se você acha que eu exagerei, o site Perguntas Cretinas listou alguns fetiches mais bizarros. Podem acreditar, isso é real.

http://www.perguntascretinas.com.br/2009/08/14/fetiches-bizarros/

Postado por : Arnaldo Júnior Cabelo

Fetiches, taras e outras merdas do gênero. Arnaldo Júnior Cabelo quarta-feira, 4 de novembro de 2009. 0 Fetiches, taras e outras merdas do gênero.
 

0 comentários: