Os Oim de Meu Amor




Ontem sonhei com você de verdade(e como se sonha de mentira?).Sabe aqueles sonhos que parecem tão reais? do tipo quando você deixa alguma coisa cair, como uma bolsa e você mexe a mão de verdade, fora do sonho, como se fosse apanhá-la e logo acorda se vendo lançar a mão ao vento? Sonhei com você, não tinha bolsa, era real e o que eu queria pegar com toda vontade de minha vida e minha morte era abraçar você.Era feriado longo como sempre.Em tempo, nunca autorizei as gaitas de foles que tocassem, mais elas vieram.Por competência de minhas áreas responsáveis por amar lá estava você.
Daí eu fico pensando qualquer dia te ligar, mais não como quem sentiu saudades, mais como quem quer você.Eu fico pensando sobre as noites em que deitei, fechei os olhos, pensei em seu nome, em você, você me olhando ou eu rindo do seu dedo, e não sonhei contigo.E porque então da noite passada sonhar.Mas, eu paro de pensar e começo então lembrar.O que me faz tão bem.Ontem fui dormir um pouco cansado, com as costas doendo.Acordei melhor.As costas...não pararam de doer, assim como a saudade de você também não.

Postado por : Arnaldo Júnior Cabelo

Os Oim de Meu Amor Arnaldo Júnior Cabelo terça-feira, 19 de maio de 2009. 1comentários: Os Oim de Meu Amor
 

1 comentários:

Cora disse... | 23 de junho de 2009 18:21

"... nunca mais eu vi os zoim dela brilhaaar..." Sempre muito belas! Beijos no sorriso!